Loading...

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Sidney Santos - EDUCADOR FÍSICO

O treinador pessoal (Wikipédia)

  • Na análise e avaliação do atual quadro físico do cliente, bem como, a identificação dos fatores de riscos ou limitantes para a prática de exercícios físicos.
  • Na escolha das atividades mais indicadas ao nível de aptidão física do cliente e aos objetivos por ele almejados.
  • Na assessoria e orientação do vestuário, calçados e acessórios para a prática dos exercícios propostos.
  • Na escolha das melhores condições para a prática de um programa de atividade física: local, horário, temperatura, umidade e outras variáveis que podem influir na execução do programa.
  • No controle da duração, frequência, intensidade, velocidade de execução, intervalo, e variações das modalidades do programa.
  • Nas reavaliações, estimando e mensurando a eficiência do programa proposto e quantificando a melhora da aptidão física e nos objetivos almejados pelo cliente, conseguindo dados para um novo planejamento, estabelecendo novos parâmetros a serem trabalhados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário