Loading...

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Do blog http://professorinveste.blogspot.com.br/2017/08/o-peso-de-uma-derrota.html "Professor investe"

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

O peso de uma derrota

Começo este post trazendo a notícia de que não passei na seleção da qual comento desde o início deste blog. Na verdade, fiquei como primeiro suplente o que, atualmente, equivale a não ter sido chamado ou a uma não aprovação.

Tento me inscrever para esta seleção desde 2013. Porém, situações da vida me direcionaram para outros caminhos. Algumas intencionais, outras por falta de orientação mesmo. Não reclamo! Apenas dava prioridade a outras etapas de minha existência e aproveitava a insensatez. Agora, este ano, foi a primeira vez que tentei e não passei. 

Mas não me torturo, não é o fim dos tempos para mim.

A ideia deste texto é exatamente o contrário: reinventar um novo tempo – Com o peso de uma derrota!




O peso que carrego não é o de ter decepcionado minha família e nem a mim próprio. Não é o peso de ter investido tanto tempo em estudos e não ter dado o resultado esperado. Não é o peso de pensar que podia ter feito mais ou melhor.

O peso que carrego é a certeza que fiz o meu melhor, dentro das minhas possibilidades. Vi que posso. Que consigo. E buscarei naquilo que faltou, um algo a mais para ser vencedor. Tentarei fazer melhor ainda da próxima vez.

Do mais, o peso agora é levantar e continuar a caminhada. Tirar a poeira do corpo e me preparar para as próximas ações. O peso das próximas ações é calcular quando, como e onde me lançar a essa nova reinvenção.

Reaprendi, hoje, que posso cair. Mas preciso me levantar para não me tornar um eterno fracasso. Mudar os planos? Ficar parado e esperar? Desistir compensa?

Li em algum lugar que o mundo muda com ações! A minha vida mudará com as ações que eu determinar. E que talvez mudar devagar seja a melhor opção, pois preciso ater-me mais à direção do que à velocidade. Mudar demais talvez me afaste de mim mesmo.

E, mais uma vez, trago uma certeza: nada acontece por acaso.

Desculpem o desabafo um tanto enfeitado, cheio de “frases de efeito”, mas serve como referência para o caminho… portanto, bora enfeitá-lo!

E pra fechar, uma citação que resume o momento…
Aprendo com vitórias e derrotas; das duas levo ensinamentos; na vitória, orgulho sem vaidades; na derrota, tristeza e impulso para nova jornada. Aos adversários vencedores, respeito; aos trapaceiros o peso da própria consciência”.
Sidney Poeta Dos Sonhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário